Arca da Aliança

Sobre a Arca da Aliança.

Trajeto

Fico profundamente feliz com o encontro deste material. Grande parte dele esteve comigo durante muitos anos até que entreguei para o Amaral e Umile. Não me recordo o ano mas foi quando se reiniciava uma ideia de refazer a revista já que alguns negativos foram das fotos indivíduais que seriam da revista de formatura da AFA. Juntei a este material slides e outros negativos antigos que eu ainda guardava. Há algum tempo pedi para ver se a viúva do Umile poderia ajudar a encontrar mas não recebi resposta. Acredito que pelas imagens destas fotos já reconheci parte dos arquivos que estiveram comigo por pelo menos mais de 20 anos. ( Edgar )

Como ela chegou a mim

Saindo de Brasília em março de 2008, sob escolta até BQ, onde ela me foi entregue.

BQ35

A caixa (Arca da Aliança) me foi entregue em março de 2008 durante o encontro de 35 anos em BQ. E ficou desaparecida desde então, até ser reencontrada agora.

A Arca da Aliança

“…E gostei do termo “Arca da Aliança”.  Achava que esse material nunca mais seria encontrado.” (Ayres/Nachmanowicz)

Desambiguação. A expressão Arca da Aliança é usada em outros contextos.

Conteúdo

Essas fotos são as que iriam fazer a nossa revista da formatura na AFA? Qual a história dessas fotos? (Guimarães/Otelo)

É esta a história que se sabe sobre esta caixa. Que ela contem a coletânea para fazer a Revista de Formatura. O UnBoxing abaixo indica que, sim!

Nesta etapa, estamos providenciando a digitalização do seu conteúdo procurando prevenir perdas (extravio, deterioração, etc).

UnBoxing

O que será que temos aqui?

Google Photo
Google Photo
Google Photo
Google Photo
Google Photo
Google Photo
Google Photo
Google Photo
Google Photo
Google Photo
Google Photo
Google Photo
Google Photo
Google Photo
Google Photo
Google Photo
Google Photo

1 thought on “Arca da Aliança

  1. Fico profundamente feliz com o encontro deste material. Grande parte dele esteve comigo durante muitos anos até que entreguei para o Amaral e Umile. Não me recordo o ano mas foi quando se reiniciava uma ideia de refazer a revista já que alguns negativos foram das fotos indivíduais que seriam da revista de formatura da AFA. Juntei a este material slides e outros negativos antigos que eu ainda guardava. Há algum tempo pedi para ver se a viúva do Umile poderia ajudar a encontrar mas não recebi resposta. Acredito que pelas imagens destas fotos já reconheci parte dos arquivos que estiveram comigo por pelo menos mais de 20 anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.